Rio + Coop reúne lideranças do cooperativismo e parlamentares na Alerj

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O Sistema OCB/RJ promoveu no dia 13 de junho, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, o evento Rio + Coop, em parceria com o Fórum Permanente de Desenvolvimento – órgão da Alerj. Ao longo do dia, diversas lideranças do cooperativismo fluminense, deputados estaduais e assessores parlamentares passaram pelo local a fim de fortalecer as relações institucionais entre o Poder Legislativo e o setor cooperativista.

A iniciativa contou com exposição de produtos, serviços e um café com parte dos alimentos produzidos por cooperativas e marcou o lançamento do projeto Casa Aberta – da Alerj – que nasceu da necessidade, manifestada de instituições, de se fazerem conhecidas junto aos deputados e debaterem sobre a importância delas na economia do estado do Rio de Janeiro.

Na abertura, o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT) comentou sobre a necessidade de um contato permanente entre as instituições e o parlamento.

“A aproximação das cooperativas junto à Assembleia é essencial. Precisamos estar juntos de mãos dadas para que a gente possa amenizar as questões de legislação para dar um dinamismo ao setor, e beneficiar a população, porque a riqueza fica aqui no estado”, declarou.

O presidente do Sistema OCB/RJ, Vinícius Mesquita, acredita que o cooperativismo é importante para que a riqueza produzida no estado seja mantida onde ela é gerada. “Nós somos efetivamente uma solução econômica para o estado do Rio de Janeiro, nós somos negócios que preza pela importância mais das pessoas do que dos recursos em si, que são resultados do trabalho em conjunto. É importante que os deputados entendam o papel pujante que o cooperativismo tem na economia”, destacou.

Segundo o superintendente do Sescoop/RJ, Abdul Nasser, o Rio + Coop marca uma nova fase do cooperativismo e do Sistema OCB/RJ com o parlamento estadual.

” A nossa expectativa, a partir de agora, é conseguir colocar o cooperativismo no centro da pauta de discussões e projetos de lei para o estado. O Rio de Janeiro é a segunda maior economia do Brasil. Há muito espaço e oportunidades de fazer a economia crescer de maneira mais justa, inclusiva e sustentável, por meio do modelo cooperativista”, destacou.

A secretária-geral do Fórum Permanente de Desenvolvimento da Alerj, Geiza Rocha, explicou a integração entre o projeto Casa Aberta e o cooperativismo: “A gente abre a Casa durante um dia para que as instituições possam expor o que elas fazem, como se organizam, qual o papel delas no desenvolvimento econômico do estado e assim estabelecer um processo de interação com os gabinetes. E estar próximo ao cooperativismo é fundamental, até pela quantidade de setores que ele abarca”, declarou

Um dos deputados presentes ao evento foi Jorge Felippe Neto (PSD). Ele pontuou que o cooperativismo tem uma distribuição de renda e econômica muito mais igualitária e produtiva para o estado do Rio de Janeiro.

“No cooperativismo as pessoas trabalham em conjunto para terem uma remuneração justa. Identifico que temos de fomentar este tipo de modalidade em nossos negócios”, comentou.

A deputada Alana Passos (PSL) afirmou que “o cooperativismo apresenta um trabalho honroso e que agrega à economia do Brasil” e se colocou à disposição para colaborar no que for necessário.

Na parte da tarde, cerca de 10 estudantes do curso de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estiveram no evento. A Universidade tem a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares, cuja metodologia é planejar e implementar ações que promovessem, ao mesmo tempo, o crescimento de uma cooperativa como empreendimento econômico e a emancipação política e social dos seus associados.

Visão das Cooperativas

“Esta parceria com o poder legislativo é importante no sentido de equacionar os problemas da sociedade e da comunidade como um todo e o cooperativismo, com a sua diversidade de ramos, permite que isso aconteça de forma integrada. E promover um evento deste aqui na Alerj faz com que os deputados conheçam sobre o modelo cooperativista e tenham um olhar mais perceptivo para o nosso segmento no momento de analisar projetos de lei. Parabenizo a diretoria do Sistema OCB/RJ por esta iniciativa” – Alberto Figueiredo, Representante Estadual do Ramo Agropecuário.

“Fazer-se conhecido e estreitar relações, não apenas com parlamentares, mas também entre as cooperativas, são pontos fundamentais do Rio + Coop. Assim, os deputados conhecerão nosso modelo de negócio e terão um olhar diferenciado para as nossas necessidades” – Jorge Farha, vice-presidente do Sicredi Rio e Conselheiro de Administração do Sescoop/RJ.

“Este encontro mostra aos nossos deputados o potencial do nosso cooperativismo, presente não apenas no estado, mas em todo o Brasil, com um modelo de negócios mais justo e igualitário” – Cláudio Meirelles, presidente da Cooperativa Agropecuária de Barra Mansa.

“Temos que demandar projetos ao legislativo, especialmente visando ao cooperativismo no interior do estado, que carece de mais incentivo. E essa aproximação com os deputados contribuirá para que sejamos ouvidos” – Ildecir Sias, Representante Estadual do Ramo Trabalho.

Cooperativas expositoras

Estiveram no Rio + Coop, oferecendo produtos ou serviços, as seguintes cooperativas e centrais: CoopBama, Coopas, Coopass, Cooxupé, Coopcarmo, DataCoop, Macuco, Sicredi Rio, Unicred Serra Mar, Uniodonto Federação Rio de Janeiro e Espírito Santo ( Ferjes) , Sicoob Central Rio e Unimed Federação Rio.

Fonte: Comunicação do Sistema OCB/RJ

Comunicação

Comunicação

Você também pode gostar de:

Chegou o Coopera Finanças

A capacitação, disponível por 16 semanas – de 20 de maio a 8 de setembro de 2019 – tem carga horária de 20h e está dividida em seis módulos A iniciativa faz parte da 6ª Semana Nacional de Educação Financeira, promovida pelo Banco Central do Brasil (Bacen), e é destinada à sociedade fluminense.

Ler mais »

Agenda Institucional

[tribe_mini_calendar limit="3"]