Rio de Janeiro celebra Dia C com música, atividades gratuitas e arrecadação de alimentos

Um dos pontos turísticos mais visitados nos fins de semana pelas famílias e por turistas, a Quinta da Boa Vista recebeu no dia 30 de junho a celebração do Dia de Cooperar (Dia C) 2018. Além de atividades gratuitas, o evento arrecadou mais de 100 kg de alimentos, doados à comunidade da Mangueira.

Os mais de 1,5 mil visitantes que passaram pelo local puderam sentir a essência do cooperativismo e conhecer mais sobre o movimento. Ao todo, 20 cooperativas e também parceiros – Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro (Setur-RJ), Grupo Cataratas, Rio Zoo, Instituto Conhecer para Conservar e Instituto Mangueira do Futuro – participaram da festa.

Veja fotos da celebração na Quinta da Boa Vista

Veja como foram as demais celebrações no Estado

Pela primeira vez, Sicoob Central Rio, Sistema Unicred e Sicredi Rio fizeram uma ação em conjunto ao promover consultoria financeira voltada para adultos e crianças. O público infantil também se divertiu no espaço da Datacoop, onde um ator vestido de palhaço contou histórias e arrancou muitas gargalhadas do público.

A professora Fernanda Matos ficou encantada ao chegar com o marido e os filhos Beatriz, de 4 anos, e Ricardo, de 6, para um passeio em família e se deparar com a celebração. Na entrada do jardim zoológico, eles usufruíram dos serviços espalhados pelas tendas cooperativistas.

“Foi uma grata surpresa encontrar tudo isso aqui. As crianças adoraram todas as atividades, principalmente as pinturas faciais e brincadeiras. Tiraram fotos com os personagens e eu e meu marido aproveitamos para pegar algumas dicas sobre educação financeira, alimentação saudável e conservação ambiental”, comentou a professora, que conheceu mais sobre o modelo cooperativista.

Outras cooperativas deram dicas de sustentabilidade. O Sicoob Cecremef, por exemplo, orientou o público sobre como fazer uma horta em casa e utilizar produtos naturais; a Unimev Rio falou sobre conservação de alimentos e a Coopfuturo abordou a reciclagem e o reaproveitamento de materiais.

Vanderson Santos é um cooperativista e quando soube da celebração do Dia C, fez questão de marcar presença no evento. “O Dia C é a grande oportunidade de divulgar o importante trabalho que as cooperativas fazem em prol da sociedade. Eu atuo na Coopembaú, cooperativa localizada na Pavuna, e lá fazemos um trabalho importante de reciclagem e reaproveitamento de materiais. O espaço da Coopfuturo no Dia C, por exemplo, é um exemplo do que as cooperativas deste segmento fazem em nosso estado”, disse.

E esse potencial foi destacado pelo presidente do Sistema OCB/Sescoop-RJ, Vinicius Mesquita. ‘‘Possuímos um potencial enorme de crescimento no Rio de Janeiro. Tanto de pessoas entrando em cooperativas já existentes, quanto do surgimento de novas cooperativas. O foco da nossa gestão vai ser o de profissionalizar o sistema para dar amparo a essas pessoas que estão chegando e às cooperativas que já estão conosco”, pontuou.

Já o superintendente estadual do Sescoop/RJ, Rafael Garbois, comentou a importância da celebração. “Temos uma grande festa de representatividade. É dia de festejar, confraternizar e, também, de mostrar para a sociedade o que é o cooperativismo. É o dia de as cooperativas externarem o significado do nosso trabalho na busca pelo equilíbrio socioeconômico do país”, pontuou.

A subsecretária adjunta da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), Nea Mariozz, comentou sobre a força do modelo cooperativista. “É a primeira vez que participamos dessa celebração e pude sentir o que é o cooperativismo. Ver essa união dentro do estado é maravilhoso. As cooperativas aqui estão fazendo com que haja reconhecimento de seu trabalho, além de mostrar que a sociedade pode prosperar quando caminha junta”.

Saúde
Quem quis colocar a saúde em dia teve a oportunidade no Dia C. A Coopdesk e a Ecocoop orientaram o público sobre o vírus da gripe (H3N2) e conscientizaram sobre a vacina preventiva contra a doença. Cooperativas como a Coopidade, Coopiferj, Coopbank e a Prompter fizeram aferição de pressão arterial e de glicemia e promoveram massagem corporal.

Já a Uniodonto Duque de Caxias e a Uniodonto Rio orientaram sobre higiene bucal e técnicas de escovação. A pequena Iasmin Santos, 11 anos, passou pelo escovódromo e entendeu como é importante escovar os dentes da forma correta. “Foi legal ter recebido essas informações. Agora, vou levar para casa tudo o que eu aprendi ”, disse.

A dona de casa Carmem Santos, 60 anos, recebeu as informações sobre o vírus da gripe H3N2. “Tenho ouvido falar sobre esse vírus há bastante tempo, mas nunca tinha prestado atenção sobre a necessidade de se estar vacinado. Com toda certeza, vou à um posto de saúde para tomar a vacina e conscientizarei os colegas que, assim como eu, estão no grupo de risco”, salienta.

Musicais
As atrações musicais também mereceram destaque nesta grande festa do cooperativismo. A Orquestra Sinfônica da Baixada Fluminense abriu o evento e encantou o público ao tocar músicas clássicas, sucessos da MPB e o hit latino ‘Despacito’. O projeto Musicalidade, a banda Unijazz Brasil, a roda de samba do projeto Hoje tem Samba e o grupo Os sensacionais do Passinho colocaram os visitantes para dançar.

E misturando sambas-enredo históricos e os mais recentes, a bateria da escola de samba Estação Primeira de Mangueira fechou o evento com um gostinho de quero mais.

Reportagem: Richard Hollanda – Comunicação Sistema OCB/RJ (com informações de Raphaela Gentil, Ex-Libris)