Fenacred faz planejamento estratégico com o apoio do Sescoop/RJ

Fenacred faz planejamento estratégico com o apoio do Sescoop/RJ

Com o apoio do Sescoop/RJ, a Federação Nacional das Cooperativas de Crédito Urbano (Fenacred) realizou seu workshop de planejamento estratégico para o período 2017-2020, alinhado ao planejamento do Banco Central do Brasil, no dia 10 de outubro, no auditório do Sistema OCB/Sescoop-RJ, no Rio de Janeiro.

Durante o evento, o instrutor Celso Moutinho desenvolveu atividades com os participantes para que, em conjunto, pudessem construir um plano executivo para cada um dos objetivos estratégicos, fortalecer o alinhamento, sinergia e solidariedade, além de estabelecer alianças e parcerias.

“O ser humano tem muita capacidade de adaptação e o cooperativismo tem forte influência para que os movimentos de integração aconteçam”, disse o vice-presidente da OCB/RJ e presidente da Fenacred, Jorge Meneses.

Os 30 participantes analisaram, ao longo do dia, a situação atual da Federação e sugeriram objetivos que pretendem alcançar, com ações, prazos, recursos e avaliações.

Para Fábio Carvalho, gerente de contabilidade do Sicoob Coopjustiça, é preciso colocar a teoria em prática. “É preciso colocarmos ações de curto, médio e longo prazos para alcançarmos os objetivos”, informou.

Segundo José Carlos Neves, presidente da Prompter, não existe cooperativa sem associados. “Temos que ter uma visão macro para termos uma cooperativa forte, com produtos e serviços de qualidade”, comentou.

No entanto, o que pode dar errado em um planejamento é a falta de comprometimento. Para o instrutor, “as pessoas se comprometem com o mundo que ajudam a construir. Se ela não faz parte do processo de construção, ela não vai se comprometer com a construção e manutenção deste mundo”, disse.

O planejamento precisa ser constantemente revisto e caso não esteja caminhando com o objetivo, ele precisa ser redirecionado. “Vamos definir visões claras com temas convincentes, identificar os passos necessários para transformar a visão em ação, implementar um plano com metas bem definidas e comunicadas aos cooperados”, acrescentou Celso Moutinho.

E durante a elaboração do planejamento, os participantes identificaram problemas que são comuns entre as cooperativas. Algumas das etapas desenvolvidas ao longo do dia e relatadas nos trabalhos em grupo foram o resultado desejado com o planejamento, a situação atual, os objetivos, ações, tempo, recursos, obstáculos, contingências, acompanhamento e medição.

Clique aqui e veja galeria de fotos.

Reportagem: Leonardo Poyart – Comunicoop – Assessoria de Comunicação do Sistema OCB/RJ