Encontro das Educacionais fluminenses define I Seminário do ramo

Encontro das Educacionais fluminenses define I Seminário do ramo

11 de novembro. Esta será a data de realização do I Seminário Educacional Fluminense. O encontro terá a proposta de transmitir os valores, princípios e função social das cooperativas educacionais e suas possibilidades de excelência de trabalho como diferenciais na sociedade e na relação com os mercados. Além disso, vai discutir as novas tendências das escolas do século XXI, em que os papéis dos professores vão além da simples transmissão de informação e que as salas de aula e os horários não são criados para serem organizados em matérias fechadas e em grupos de diferentes níveis de dificuldade, mas sim em projetos reais. Com o tema “Diálogos entre o cooperativismo educacional e a sociedade, pretende reunir na sede da Universidade Univéritas, no Rio de Janeiro, as cooperativas educacionais e representantes de outras instituições e movimentos parceiros.

Tudo foi definido nesta quinta (21/09) no Encontro do Ramo Educacional, promovido pelo Sistema OCB/RJ em sua sede, no Centro do Rio. Segundo a representante do ramo educacional fluminense, Adelina di Mare, já passou da hora de reforçar a cultura do cooperativismo “Temos que começar a mostrar à sociedade os diferenciais de uma escola com metodologia cooperativista que funciona como um modelo de trabalho empreendedor para professores. Sem falar daquelas que são constituídas pelos próprios alunos”, disse Adelina

Presente ao Encontro, o vice-presidente da OCB/RJ, Jorge Meneses, fez questão de mostrar seu apoio ao debate e reforçou que as educacionais do Rio de Janeiro conseguem unir ensino forte à formação de cidadãos éticos, com valores sólidos com o senso de justiça e cooperação.

Também estiveram presentes a conselheira de administração do Sescoop-RJ, Inês di Mare, e o diretor da OCB/RJ, Angelo Galatoli.

 

Conselho Consultivo do Ramo Educacional

Na parte da tarde, os participantes acompanharam, via vídeo conferência, a Reunião Ordinária do Conselho Consultivo do Ramo Educacional. Em pauta, a logística para visita ás cooperativas escolares de Nova Petrópolis, no Estado do Rio Grande do Sul, a implantação do Programa Cooperjovem nas educacionais, e a participação das cooperativas do ramo no Programa de Desenvolvimento da Gestão Cooperativista (PDGC).

Depoimentos

A importância da troca de experiências foi o grande ganho do Encontro Educacional. Segundo a  presidente da Coopedi, Rosane Lourdes Rodrigues, é a oportunidade de debater e conhecer a realidade das demais educacionais: ‘’ Quando encontramos pessoas de mente aberta, nos dá uma injeção de ânimo e nos fortalece”.

Pensamento compartilhado pela presidente da Coopere, Maria Ivoneide Pereira: “ Somente juntas poderemos buscar soluções e crescer frente aos desafios”, resumiu.

 

Reportagem: Bruno Oliveira – Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ