Plano Safra da Agricultura Familiar 2017/2020 é lançado no Rio de Janeiro

Plano Safra da Agricultura Familiar 2017/2020 é lançado no Rio de Janeiro

“No dia de hoje, mostramos que o Rio de Janeiros não é somente o estado do futebol, do samba e das belezas. Agora, também somos da Agricultura Familiar”, disse a delegada regional do Desenvolvimento Agrário do Rio de Janeiro, Daniele Barros, durante o lançamento do Plano Safra 2017/2020 da Agricultura Familiar. O evento, realizado na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), em Seropédica, foi organizado pela Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário do Rio de Janeiro (DFDA-RJ) em parceria com o Sistema OCB/Sescoop-RJ. Na ocasião, a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) entregou 100 Selos de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (SIPAF), chegando à permissão de uso número 2.000.

O objetivo do Plano é auxiliar os agricultores familiares a produzirem, cada vez mais e melhor. A medida reafirma o compromisso do Governo Federal na ampliação da produção de alimentos e garantia de crédito mais barato para aqueles que produzem a comida que chega às mesas das famílias brasileiras. Atualmente, a agricultura familiar é responsável por mais de 50% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros, além de corresponder a mais de 30% do PIB Agropecuário.

Sobre o SIPAF, ele identifica produtos que têm em sua composição a participação majoritária da agricultura familiar e dá visibilidade a empresas e aos empreendimentos da agricultura familiar que promovem a inclusão econômica e social dos agricultores, gerando mais empregos e renda no campo.

O presidente do Sistema OCB/Sescoop-RJ, Marcos Diaz, esteve na mesa de autoridades do evento e, também, participou da entrega dos SIPAFs aos produtores rurais. “Fico contente que o cooperativismo fluminense tenha em sua base agricultores rurais empenhados em entregar bons produtos ao consumidor final. O Rio de Janeiro, com toda certeza, estará mais forte no que tange à Agricultura Familiar”, comentou o dirigente.

De acordo com o diretor substituto do Departamento de Financiamento e Proteção da Produção da Sead, José Carlos Zukowski, o volume de operações de crédito no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) cresceu 10 vezes mais do que em comparação com a safra anterior e teve mais R$ 130 milhões de volume contratado.

O secretário da Sead,  José Ricardo Roseno, esteve no evento e ressaltou a importância do novo Plano Safra. “Sinalizamos ao mercado de que o Governo garantirá as condições mínimas de produção para os anos seguintes”, confirmou Roseno.

Ele ainda ressaltou que o Plano vai além do crédito rural e traz, também, 10 eixos principais de atuação da Sead: crédito e seguros da produção; Novo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF); titulação de terras; regulamentação da Lei da Agricultura Familiar; agroecologia; apoio à modernização produtiva da agricultura familiar; comercialização dos produtos da agricultura familiar; assistência técnica e extensão rural; agricultura urbana e periurbana; e ações integradas no Semiárido.

Ainda durante o evento foi assinado de Termo de Compromisso para o Reordenamento Fundiário entre o Governo Federal e o Governo do Estado do Rio de Janeiro. A medida libera R$ 21 milhões em crédito fundiário e possibilita ao agricultor recursos para comprar a sua terra, entre outras ações.

Estiveram presentes à solenidade o deputado federal, Áureo, o reitor do Campus Seropédica da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Ricardo Berbara, o representante do ramo agropecuário no Estado do Rio de Janeiro, Alberto Figueiredo, além de autoridades de movimentos sociais.

Feira de Agricultura Familiar

Além do lançamento do Plano Safra 2017/2020, O Sistema OCB/Sescoop-RJ também participou na UFRRJ da Feira da Agricultura Familiar. Organizado com apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio de Janeiro (Emater-RJ), o evento leva semanalmente produtores e comerciantes de alimentos de Seropédica e região para dentro da Universidade, como forma de incentivo ao consumo de produtos saudáveis.

Reportagem: Richard Hollanda – Comunicoop – Assessoria de Comunicação do Sistema OCB/RJ