Aprovado projeto de lei que exclui a cadeia láctea do estado do FEEF

Aprovado projeto de lei que exclui a cadeia láctea do estado do FEEF

O presidente do Sistema OCB/RJ, Marcos Diaz, acompanhou no dia 10 de maio, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), a aprovação do projeto de lei que exclui a cadeia láctea e outros segmentos do estado, como hortifrutigranjeiros e agricultura familiar, do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF), que prevê que as empresas depositem 10% da isenção fiscal recebida.

Também compareceram à votação o presidente da Cooperativa Agropecuária de Barra Mansa e diretor da OCB/RJ, Cláudio Meirelles, o representante da Cooperativa de Macuco, Tadeu Erthal, e o presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínio (Sindlat-RJ), Antônio Carlos. Cordeiro.

Segundo dados do Sindicato da Indústria de Laticínios do Estado do Rio de Janeiro (SINDLAT-RJ)., a cadeia láctea tem um faturamento anual de cerca de R$ 2 bilhões ao ano, sendo o segundo setor mais importante da indústria alimentícia do estado. Porém, a produção estadual representa apenas 22% dos produtos lácteos consumidos, o que significa uma oportunidade para o crescimento do setor que conta ainda com uma capacidade industrial ociosa.

Fonte: Bruno Oliveira – Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ