Dia C 2017 traz novidades

Dia C 2017 traz novidades

O ano começou com novidades para as cooperativas brasileiras que participam do programa Dia de Cooperar. Na semana Nacional de Capacitação das Áreas Finalísticas, que ocorre desde o dia 6 de fevereiro em Brasília, mais de 120 técnicos das Unidades Estaduais e Nacional do Sescoop foram apresentados ao novo formato da campanha. A partir de 2017, os projetos realizados pelas cooperativas serão estratégicos e baseados no princípio da intercooperação.

O objetivo finalístico do Dia C precisa estar alinhado ao conceito da Responsabilidade Socioambiental. É o que explica Patrícia Resende, analista de Desenvolvimento Social das Cooperativas. Segundo ela, as cooperativas devem ser reconhecidas não só com as atividades que realizam, mas também com o diferencial de contribuírem na melhoria para um mundo melhor. ‘‘Precisamos impactar as comunidades em que estamos inseridos. Essa é a nossa missão e o Dia C é uma oportunidade para fazermos um trabalho social capaz de promover mudanças. Tudo isso tendo como inspiração e meta o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU’’, reforça Patrícia.

‘‘Está no DNA do cooperativista construir projetos e atividades que atendam à natureza de melhorar a vida das comunidades, e esse trabalho deve acontecer durante todo o ano’’, pondera a analista, que comenta, a titulo de exemplo, uma ação de revitalização de praça pública em Pedro Afonso/TO. Nessa ação, os cooperados uniram dois dos 17 ODS e puderam deixar para a comunidade e também para as cooperativas um legado importante. Maria José Leão, superintendente do Sistema OCB/TO, está participando do evento e falou sobre o que é ser agente de responsabilidade social no Dia de Cooperar. ‘‘Fiquei surpresa quando vi a praça como um dos exemplos. São ações simples, mas que podem mudar e deixar para a população que mudar a sociedade é possível. Agora, vejo cooperativas cada vez mais maduras e preparadas para idealizar programas cada vez mais estruturados e perenes. Estamos prontos para o Dia C 2017’’, afirma a gestora.

RELAÇÃO COM A ONU
A partir de 2017, o Dia C abraça integralmente os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, agenda da ONU com 17 itens e 169 metas que visam melhorar a vida ao redor do planeta. A ideia do Dia C é inspirar as cooperativas a promover ações e projetos transformadores, que tenham como gancho o alcance desses objetivos. Durante a tarde, o grupo em capacitação recebeu a visita da repesentante da ONU, Ieva Lazareviciute, que fez uma apresentação especial sobre os ODS e sua aplicação na prática. Em documento lançado recentemente, a ONU disponibilizou uma série de informações com o objetivo de facilitar o entendimento sobre os ODS. Saiba mais sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

PERENIDADE
Um dos principais pontos tratados na capacitação foi sobre a continuidade dos projetos. As cooperativas serão devidamente orientadas sobre a diferença entre ação social e projeto estruturado, sendo impulsionadas a desenvolver projetos perenes, que se desenvolvam ao longo de todo o ano. A celebração do primeiro sábado de julho, dia em que comemoramos também o Dia Internacional do Cooperativismo, está mantida. E mais do que nunca se mostra como a grande vitrine institucional e oportunidade de mostrar os benefícios do programa, angariando mais e mais pessoas com vontade de ajudar.

Fonte: Sistema OCB

Foto: Iago Carvalho