Sistema OCB/RJ participa de encontro para divulgar Programa Mais Gestão

Sistema OCB/RJ participa de encontro para divulgar Programa Mais Gestão

No mundo dos negócios, a maneira como uma empresa é gerenciada pode significar a diferença entre o sucesso ou o fracasso de um empreendimento.

Na agricultura familiar essa afirmativa também é válida, podendo o método de gestão, desprezado ou mal planejado, dificultar o desenvolvimento do empreendimento produtivo, limitando sua participação no mercado consumidor, ainda que ofereça mercadorias de boa qualidade.

Por outro lado, nesse ramo da economia rural, mapear, padronizar e aperfeiçoar métodos de gerenciamento resulta sempre em produtos com maior qualidade, no aumento da produtividade e na abertura de novos mercados consumidores, principalmente institucionais, como aqueles destinados ao fornecimento de merenda escolar nas escolas públicas e ao abastecimento dos estoques reguladores. Ou seja, mais renda e qualidade de vida para o agricultor e sua família.

Chamada Pública para o RJ

Nesse sentido, a Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário no Rio de Janeiro (DFDA/RJ) reuniu, no dia 25 de janeiro, em Nova Friburgo, cerca 60 representantes de cooperativas, associações e colônias da agricultura familiar fluminense para anunciar o lançamento de uma chamada pública do Programa Mais Gestão, implementado pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), com a finalidade de oferecer treinamento nas áreas de planejamento, cooperativismo e comercialização.

Durante o encontro, a delegada da DFDA/RJ, Danielle Barros, anunciou que a Chamada Pública do Mais Gestão será publicada ainda no primeiro semestre deste ano para atender, exclusivamente, 15 negócios da agricultura familiar fluminense administrados por instituições possuidoras de Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAP) na modalidade jurídica.

Treinamento para melhorar produção

Segundo ela, ao todo, 45 agricultores familiares representantes de entidades selecionadas através do edital receberão 24 horas de treinamento em especialidades que vão desde o diagnóstico inicial do negócio, até a comercialização dos produtos da agricultura familiar, passando por orientações nas áreas de planejamento, finanças e marketing, dentre outros conhecimentos técnicos voltados para o aprimoramento da produção e o fortalecimento dos empreendimentos produtivos rurais.

“Após o treinamento, esses produtores retornarão às suas comunidades, associações e cooperativas com a missão de colocar em prática aquilo que aprenderam durante a capacitação. Funcionarão como agentes multiplicadores e serão acompanhados de perto por técnicos credenciados pelo programa para a avaliação da evolução dos negócios e o aprimoramento de procedimentos gerenciais”, explicou Danielle Barros.

Necessidade de métodos mobiliza produtores

Diretor Comercial da Associação dos Produtores Familiares de Santa Rita e Região, entidade que reúne cerca 100 agricultores familiares do município de Barra Mansa, no Vale do Paraíba Fluminense, o produtor rural Mozart Cesar Valle Neto deixou o encontro convencido da necessidade de elaborar e executar métodos padronizados para a gestão dos negócios da associação que representa.

A associação de Barra Mansa comercializa sua produção de hortaliças, legumes e frutas no próprio município e também na vizinha Volta Redonda. No entanto pretende alçar voos mais altos e atingir também os mercados de compras institucionais, especificamente os Programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e o de Alimentação Escolar (Pnae).

Para tanto, ele tem consciência da necessidade de padronizar os processos e melhorar a produtividade da associação de forma a garantir a entrega de produtos com a regularidade e o padrão de qualidade exigidos pelos clientes públicos. “O associativismo ainda é muito empírico, focado na prática. Falta conhecimento sobre a gestão do negócio como um todo, principalmente no que diz respeito à comercialização dos produtos. Por isso queremos muito participar do programa (Mais Gestão) e iremos nos habilitar para a Chamada Pública, pois tenho certeza de que será um passo fundamental para que a associação se habilite a vender para o mercado institucional”, avaliou Mozart Neto.

O evento, realizado no Colégio Estadual Canadá, no bairro de Olaria, contou com a presença do prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo; do secretário municipal de Agricultura, Alexandre Teixeira; e também do consultor técnico do PNUD na Sead, Moacir Chaves Borges. Foi realizado em parceria com o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Rio de Janeiro (OCB/RJ), com a União das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), com a União das Associações e Cooperativas de Pequenos Produtores Rurais do RJ (Unacoop) e com a Cooperativa Cedro.

Fonte: Sidney Dantas /DFDA/RJ