Sescoop-RJ promove curso de capacitação para instrutores

Sescoop-RJ promove curso de capacitação para instrutores

Analisar de forma racional as questões relacionadas ao dia a dia das cooperativas conjugando a teoria e a prática, compreendendo os objetivos sociais e sua relação com o mercado. Esta foi a proposta político-pedagógica do Curso Práxis em Cooperativismo: Ênfase em Excelência e Gestão promovido pelo Sescooop-RJ, em seu auditório. A capacitação, ocorrida de 30 de novembro a 2 de dezembro, destinou-se aos instrutores que ministram os cursos realizados pela instituição.

Coordenado pelo setor de Formação Profissional, o objetivo foi criar uma rede de profissionais qualificados em diversas áreas, e que tenham como diferencial o conhecimento em Cooperativismo.

A instrutoria ficou a cargo de Helmut Egewarth, graduado em Filosofia e Ciências Contábeis, com duas Pós-graduações em Cooperativismo.

“ É importante, em primeiro lugar, o instrutor conhecer bem o sistema cooperativista, com sua doutrina e valores.  O segundo passo é ter perfil para ser instrutor e isso a gente só consegue dentro da sala de aula”, destacou Helmut.

Segundo o presidente do Sistema OCB/Sescoop-RJ, Marcos Diaz, havia uma necessidade de capacitar os instrutores para que eles entendessem a essência do sistema cooperativista: “ Não basta apenas ter o conhecimento técnico sobre o assunto, é preciso também conhecer a vivência cooperativista, já que o nosso público é composto pelos cooperados”,  disse o presidente, que parabenizou a iniciativa.

“É a primeira vez que reunimos nosso corpo docente para uma capacitação. Assim conseguiremos realizar cursos de mais qualidade, que auxiliem os cooperados nas suas atividades diárias nas cooperativas”.

De acordo com o coordenador de Formação Profissional do Sescoop-RJ, Valdinei Calixto, durante muito tempo o setor identificou a necessidade de capacitar seus instrutores no que tange a questão do cooperativismo:

“Somos a Casa do Cooperativismo e os profissionais que são contratados nos representam dentro das cooperativas. Como colocar representantes nossos que não sabem e não conhecem sobre cooperativismo e cooperativas? Esse é o principal objetivo do curso, proporcionar aos profissionais conhecimentos básicos para que atendam de forma integral às cooperativas”, disse Calixto, afirmando que para 2017 serão realizadas outras capacitações e a participação nestes cursos será pré-requisito para contratação dos instrutores.

Depoimentos

Especialista em Psicologia do Trabalho, Márcia Costa foi uma das que participaram do curso. Segundo ela, que também tem graduação em Direito e é mestre em Administração e Desenvolvimento Empresarial, durante os três dias de capacitação foram propostas metodologias que ressaltaram a importância da profissionalização das cooperativas:

“Para mim como consultora e instrutora foi bastante válido em termos de conteúdo. Em relação à metodologia, achei que foi bastante participativa com o envolvimento de todos os participantes”, comentou.

 Para a pedagoga Ignez Borges a troca de experiência com outros profissionais foi o principal legado:

“Pudemos compartilhar nossa vivência e adquirir novos conhecimentos”, ressaltou Ignez.

Fonte: Bruno Oliveira – Analista de Comunicação Sistema OCB/Sescoop-RJ