OCB realiza 1ª Rodada de Negócios para cooperativas do Ramo Transporte

OCB realiza 1ª Rodada de Negócios para cooperativas do Ramo Transporte

A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) realizou no dia 30 de agosto, na sede do Sistema Ocergs, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, a 1ª Rodada de Negócios para Cooperativas do Ramo Transporte. O evento teve por objetivo apoiar as cooperativas na sua inserção em mercados diversos. O evento ocorreu durante a 39ª edição da Expointer, uma das maiores feiras agropecuárias do país. O diretor da OCB/RJ  e representante do ramo transporte no estado, Vinícius Mesquita, foi um dos participantes.

Para o superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, o evento possibilita às cooperativas excelentes oportunidades de negócios. “Acredito que, daqui, sairão grandes oportunidades de negócios efetivos para as nossas cooperativas. A minha impressão é muito positiva, a melhor possível. A percepção de quem participou da Rodada de Negócios é uma só: todos ficaram encantados com a dinâmica que, embora simples, possui uma eficiência muito grande”, explica Nobile.

Segundo ele, há a expectativa do Sistema OCB de realizar, em 2017, uma nova edição da Rodada de Negócios, desta vez contemplando cooperativas dos mais diversos ramos. “Acredito ser muito oportuno colocarmos em num mesmo ambiente, cooperativas de Transporte, junto com as dos ramos Saúde, Agropecuário e Trabalho, por exemplo, afinal todas elas, de uma forma ou de outra, utilizam serviços ou produtos das outras cooperativas”, complementa o superintendente da OCB.

DESTAQUE – Na abertura, o presidente do Sistema Ocergs/RS, Vergilio Perius, ressaltou que o Ramo Transporte, no Rio Grande do Sul é muito importante para o crescimento da economia gaúcha e, principalmente, dos associados das cooperativas. “Em 2015, o ramo foi o setor que mais cresceu no RS, sob o ponto de vista econômico. O faturamento aumentou 35,75% em relação ao ano anterior, mostrando a força do setor que, em 2015, faturou R$ 362,1 milhões”, comenta Perius.

UNIÃO – Na sequência, o coordenador nacional do Ramo Transporte e presidente da Rede Transporte e diretor da Ocergs, Abel Paré, agradeceu o apoio e a parceria do Sistema OCB e do Sistema Ocergs. Em seu discurso, Paré disse que o ramo trabalhou em harmonia nos últimos seis anos e que o crescimento e os números positivos obtidos pelo setor são provenientes de uma atuação desenvolvida em conjunto com cooperativas e entidades cooperativistas nos níveis nacional e estadual.

INTERCOOPERAÇÃO – O presidente da Ocepar e diretor da OCB, José Roberto Ricken, ressaltou que a forma mais fácil de fazer negócio é sentar junto e conversar, exatamente o que propõe a iniciativa da Rodada de Negócios para Cooperativas do Ramo Transporte. “Esse exercício de hoje me deixou muito entusiasmado, vendo a forma de organização simples e objetiva, com visão de mercado”. Ricken chamou a atenção para importância do princípio da Intercooperação entre as cooperativas de Transporte e entre todos os ramos.

RODADA – O evento permitiu que cooperativas de transporte de cargas demonstrassem suas possibilidades de serviços para empresas ou outras cooperativas, que buscam parceiros logísticos para a movimentação de suas cargas. A Rodada se consolidou como uma ocasião especial para o fechamento de negócios.

“Foi excelente. Se a gente fosse marcar entrevista com todas essas cooperativas demoraríamos uns dois anos para conseguir falar com cada uma e, somente hoje, fizemos contato com 20 fornecedores. Foi objetivo, prático e, com certeza, sairemos daqui com várias perspectivas de fechamento de negócios”, afirma a gerente comercial da Cooperacab (Botucatu/SP), Márcia Rodrigues.

De acordo com a organização da Rodada, 17 embarcadores se inscreveram para contratar os serviços de transporte. Outras 37 cooperativas também confirmaram sua presença e ofereceram o serviço, com a proposta de que as demandantes negociassem preços e prazos com a ofertantes.

 

Fonte: Ocergs