Bata no peito e diga: sou Pescador!

Bata no peito e diga: sou Pescador!

A rotina do profissional começa cedo. Todo dia é levantar, pegar o barco e deixar o mar guiar. Apesar da distância dos familiares e do ritmo intenso, ser pescador é mais do que uma singela profissão, mas um orgulho. “Um orgulho pois amo o que faço, desde cedo via sendo pescador. E após 30 anos pelos mares, estar legalizado naquilo que escolhi para vir é uma emoção sem tamanho”. O depoimento de Sidney Oliveira de Souza, 50 anos, retrata o sentimento dos pescadores que se formaram no curso de Formação de Aquaviários – Pescador Profissional – Nível 1.

A solenidade aconteceu em 30 de julho, no auditório da Defesa Civil de Angra dos Reis e foi uma parceria do Sistema OCB/Sescoop-RJ com as cooperativas de Produtores da Pesca de Angra dos Reis, Propescare a educacional Cooperar – que cedeu espaço para realização das aulas -, a Prefeitura de Angra dos Reis, a Colônia de Pescadores de Angra dos Reis e a Delegacia da Capitania dos Portos do município.

A capacitação foi realizada durante duas semanas, com carga horária de 112 horas/aula, entre atividades teóricas e práticas. A habilitação do aluno com as competências exigidas para inscrição de Aquaviário na categoria de Pescador Profissional (POP), no nível de habilitação 1, para o exercício da capacidade exclusiva na função de pescador foi um dos objetivos da formação.

Assim, como Sidney, outros pescadores, empunhavam com orgulho o diploma do curso e a autorização da Capitania dos Portos para exercer a profissão. Evandro Coelho, 33 anos, há três na profissão, era um deles. De uma família de pescadores, ele atuava em um estaleiro, mas com a crise no setor, tornou-se pescador. Evandro se vê mais preparado para trabalhar na área e deseja continuar se capacitando.

“Quero adquirir ainda mais conhecimento na minha profissão, pois sei que é muito importante estar sempre se aperfeiçoando. Temos que olhar sempre para frente, ainda mais em um carreira que é bastante difícil e nos deixa longe de nossos familiares por dias ou semanas em busca de nosso sustento”, comentou Evandro.

Além de possibilitar a contínua melhoria, para alguns pescadores o curso estimulará outros profissionais a também se capacitar. É o que pensa Luis Feliphe Gomes, 20 anos, um dos mais novos da turma. “Tornei-me pescador há três anos, pois via meus familiares trabalhando. Em tão pouco tempo de carreira, participei desse excelente curso e já me formei pescador profissional. Se eu consegui, outros também poderão! Por isso, quero servir de inspiração para outros profissionais”, concluiu.

Com a formação, a partir de agora os profissionais têm consolidados o conhecimento, o entendimento e a proficiência necessários para exercer a função de Patrão de embarcações de pesca com AB menor ou igual a 10 e de potência propulsora até 170 kW, empregadas na navegação interior e na navegação costeira, conforme definido pela Capitania dos Portos (CP) de sua jurisdição.

Com isso, Sidney, Evandro, Luis e os outros 28 pescadores que concluíram o curso podem bater no peito e dizer com ainda mais vontade e orgulho: Sou Pescador!

Dirigentes

Presidente do Sistema OCB/Sescoop-RJ, Marcos Diaz parabenizou os profissionais e ratificou o compromisso da instituição em sempre promover o desenvolvimento dos cooperados. “A Propescar é uma das mais importantes cooperativas do Sul Fluminense e nos orgulha muito vê-la  forte. As capacitações, como a de Formação para Pescador Profissional, é o que possibilitarão esse contínuo crescimento”, disse.

Já o diretor executivo da Propescar, Marcelo Tavares, disse que o curso quebrou o paradigma de que pescador não tem capacidade para se profissionalizar. “Todos os pescadores são guerreiros e a força de vontade de alguns deles foi determinante para a finalização desse curso”, argumentou.

E é o orgulho de ser pescador que motivou o secretário de Aquicultura e Pesca de Angra dos Reis, Julio Magno, a apoiar a formação. “Há 30 anos tenho participado de iniciativas em prol dos pescadores angrenses e posso dizer sem sombra de dúvidas que a cerimônia de formatura desse curso foi o momento mais marcante da categoria da cidade”, comentou o secretário, que veio de uma família de pescadores.

Outro parceiro importante para a realização do curso foi a Capitania dos Portos, representada na solenidade pelo Delegado Manoel Antônio da Cruz. A parceria com os pescadores foi o mote dos trabalhos. “Desde que assumi, tenho trabalhado na aproximação com os pescadores. E o resultado dessa aproximação está aqui e sinto-me orgulhoso de saber que o trabalho deu certo”, finalizou.

Também participaram da solenidade o Superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Eciomar Gomes, a vereadora Lia e o presidente da Cooperar, Astrogildo Gomes. Pelo Sistema OCB/Sescoop-RJ, acompanharam a solenidade o assessor da presidência, Adelson Novaes, e o coordenador do setor de Formação Profissional do Sescoop/RJ, Valdinei Calixto.

 

Fonte: Richard Hollanda – Comunicoop – Assessoria de Comunicação Sistema OCB/Sescoop-RJ