Sistema OCB/RJ participa de capacitação do Programa Cooperjovem

Sistema OCB/RJ participa de capacitação do Programa Cooperjovem

Representantes do Sistema OCB/RJ participaram entre os dias 18 e 20 de abril, em São Paulo, da capacitação do Programa Cooperjovem. A atividade visa a propiciar aos coordenadores de unidades estaduais a possibilidade de melhorar a qualidade das ações desenvolvidas nas comunidades escolares e, ainda, contribuir com a construção de um ambiente de relacionamento e aprendizagem cada vez mais cooperativo.

Pelo Rio de Janeiro estiveram presentes a coordenadora dos setores de Promoção Social e Formação Profissional, Cristiane Quaresma, a conselheira Inês Salles, a representante do Ramo Educacional, Adelina Di Mare e o gerente de negócios do Sicoob Cecremef, Carlos Soares.

A agenda teve vínculo direto com a metodologia do programa. No primeiro dia, foi abordada a introdução conceitual; já no segundo, o enfoque foram as práticas pedagógicas e o Projeto Educacional Cooperativo. No terceiro e último dia, os participantes realizaram oficinas de monitoramento e avaliação dos projetos educacionais cooperativos.

Segundo a instrutora do curso, Denise Crespo Nunes, o curso foi proveitoso “Eles passaram pelos critérios de elaboração dos projetos educacionais cooperativos, fizeram uma reflexão crítica e criativa do conteúdo abordado na formação e também do conteúdo constante do guia do instrutor e caderno do educador e, por último, foram provocados a identificar a aplicação dos conhecimentos e das experiências na sua atuação profissional e na prática do seu dia-a-dia como instrutor ou coordenador do programa Cooperjovem”, explicou.

SOBRE O COOPERJOVEM – Programa que atende ao eixo “Cultura da Cooperação” da Diretriz de Desenvolvimento Social. Busca disseminar a cultura da cooperação, por meio de atividades educativas baseadas nos princípios e valores do cooperativismo.

Seus objetivos são: Desenvolver ações que valorizem educadores e alunos estimulando-os a participarem do Programa e divulgarem-no em sua localidade;

Qualificar educadores de educação infantil e ensino fundamental na metodologia do Programa, para que sejam os principais incentivadores da proposta; Orientar os parceiros do Programa Cooperjovem para acompanhamento das atividades nas escolas; Desenvolver práticas pedagógicas e material didático que estimulem e propiciem uma formação apoiada na educação cooperativa; Dotar escolas de meios para a inserção e o desenvolvimento da educação cooperativa no cotidiano escolar; Promover o intercâmbio entre escolas e cooperativas.

PÚBLICO-ALVO – Tem como público-alvo alunos de ensino fundamental, entre 6 e 14 anos, de escolas públicas do estado ou cooperativas educacionais.

NÚMEROS – Em 2015, o Cooperjovem atendeu a cerca de 83 mil alunos, a mais de 2,1 mil professores de 411 escolas e contou com o apoio de 87 cooperativas.
Fonte: Bruno Oliveira – Analista de Comunicação Sistema OCB/Sescoop-RJ / Revisão: Comunicoop