OCB/RJ se posiciona contra extinção do DRM/RJ

OCB/RJ se posiciona contra extinção do DRM/RJ

O Estado do Rio de Janeiro sofre desde o segundo semestre de 2015 com uma forte crise financeira. Medidas de austeridade estão sendo implementadas pelo Governo Estadual. Entre elas está a extinção de algumas autarquias. Uma das atingidas é o Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro (DRM/RJ).

Com isso, o DRM/RJ passaria a estar vinculado ao Instituto Estadual do Ambiente (INEA). Devido a essa questão, a OCB/RJ, através do representante estadual do ramo Mineral, Gilmar Prado Jacob, enviou moção ao governador licenciado Luiz Fernando Pezão para que a iniciativa seja revista, em virtude da importância que o Departamento vem tendo ao longo das últimas quatro décadas no Estado.

No texto, Jacob afirma que “além de fomentar a mineração, [o DRM/RJ] vem de forma sistemática inovando em diversos segmentos da mineração, apoiando, incentivando e organizando pequenos mineradores em Cooperativas de Mineradores, visando dar maior sustentabilidade e buscando a garantia de renda de forma democrática e solidária em diversos locais do Estado”.

Além disso, segundo o representante estadual, diz que a incorporação do DRM/RJ ao INEA pode acarretar em prejuízos ao segmento