Coopercanol e Coagro são visitadas pelo Sistema OCB/Sescoop-RJ

Coopercanol e Coagro são visitadas pelo Sistema OCB/Sescoop-RJ

O cooperativismo é o segmento econômico que mais tem evoluído no Estado do Rio de Janeiro, com destaque para a Cooperativa de Café do Norte Fluminense (Coopercanol), de Varre-Sai, e a Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro), localizada em Campos dos Goytacazes. Em prol de verificar potenciais econômicos, técnicos do Sistema OCB/Sescoop-RJ visitaram as sedes das duas instituições entre os dias 24 e 26 de janeiro. 

Comércio justo, estratégia organizacional, prêmio de excelência e qualidade e profissionalização da governança e da gestão cooperativistas no âmbito contemporâneo foram alguns dos temas apresentados nos encontros.

Sobre o Comércio Justo, os técnicos demonstraram o seu funcionamento como alternativa de desenvolvimento do comércio local e internacional e a importância de engajar e estimular a participação da sociedade civil organizada, com o objetivo de permitir que coletivos de agricultores e trabalhadores, explorados pelo processo econômico convencional em países em desenvolvimento pudessem ter condições dignas de vida a partir de seu trabalho.

A equipe do Sistema OCB/Sescoop-RJ também mostrou o potencial que tanto a Coopercanol quanto a Coagro tem para o cooperativismo fluminense. Além disso, apresentaram o Planejamento Estratégico do Sistema para os próximos anos (2015/2020), bem como, os produtos e serviços que serão desenvolvidos para o atendimento das cooperativas.

“As duas cooperativas têm um potencial enorme para a economia do Rio de Janeiro e o Sistema OCB/Sescoop-RJ está dando total apoio para ambas continuem se desenvolvendo e gerando mais desenvolvimento social e econômico para as cidades onde ambas estão localizadas”, comentou.

Participaram das visitas os assessores da OCB/RJ, Valdinei Calixto e Carlos Piragibe, a analista de projetos do Sescoop/RJ, Sabrina Oliveira, o analista de monitoramento do Sescoop/RJ, William Azevedo, e o consultor Johann Schneider.  

 

Fonte: Richard Hollanda – Montenegro Comunicação – Assessoria de Comunicação Sistema OCB/Sescoop-RJ